domingo, maio 21, 2006

O Marinheiro


Partiu um dia
pelo caminho do sonho
E da maresia

Braços de mulher
O retiveram
No xaile negro
De areia da praia

Era Agosto
Aromas doces reclamavam
O corpo do marinheiro

Era urgente partir
Era urgente o barco ao mar

Levou nos olhos negros
O verde esmeraldino dos seus

1 comentário:

Federico disse...

Nice Photo....

:-)