segunda-feira, julho 10, 2006


Rios
Que correm tranquilos
De serenas águas
-o passar tépido da vida.

Amores
Que rumorejam
Em inquietas camas
- o correr apressado do desejo.

1 comentário:

virar do avesso disse...

Lindo e arrepiante, como quem não quer ver...