segunda-feira, dezembro 25, 2006

A Idade dos Porquês

Porque se penetra o desejo?
A indócil
Nitidez da inocência
Pergunta
Imperdoável pecado original
Morde a garganta
A boca sente
reflexos de velas
Cintilam as mãos

2 comentários:

Flankus disse...

ès tudo o que quiseres ser....mas se os inverteres terás toda a grandeza, transcenderás a tua existência poética...voa....

zezilo disse...

os porquês são os nossos labirintos interiores... entrar no desejo
pedir , perguntar, sentir...

J